Planejamento utilizando o Hipertexto

Planejamento utilizando o Hipertexto

Trabalhando As Vitaminas dos Alimentos em Inglês

Atividade de Inglês : Buscando os tipos de vitaminas encontradas nos alimentos.

Utilização do recurso tecnológico - Laboratório de Informatica do Colégio Dom Orione

Turmas : 7º anos.

Período: 22/06/2010

Atividade planejada junto com a professora Adriana M. de Sousa

Sites de busca para contextualização do assunto da unidade 4 do livro English Information.


http://www.lifeclinic.com/focus/nutrition/vitamin-a.asp

http://free-translator.imtranslator.net/speech.asp

Conteúdo:
- Textos variados informativos, propagandas sobre as vitaminas dos alimentos;
- Produção textual;
- Utilização da internet relacionando ao conteúdos.


Objetivos:
- Apresentar aos alunos textos variados como a propaganda de alimentos e suas vitaminas em inglês.
- Utilizar a ferramenta língua inglesa na produção textual, tendo como gênero a propaganda.
- Oportunizar o conhecimento dos conteúdos apresentados (como textos informativos- propaganda), utilizando o laboratório de informática.


- Promover a utilização da internet para a busca dos sites que o próprio material didático do aluno sugere, em complemento a unidade trabalhada.

Metodologia:

Para iniciar será colocado na lousa as orientações da atividade ( utilização dos sites sugeridos pela unida As orientações irão sugerir passo a passo o que os alunos farão desde sua saída em dupla para utilizar a maquina( computador), até seu manuseio durante as explicações sobre o que irão ver na internet. Logo o professor dará as orientações como clicar no navegador mozila firefox, ir até os favoritos para uma busca rápida, perceber a página em inglês, sendo que o professor fará uma leitura traduzida, de trabalhada, no caso a unidade 4 do livro English Information., no qual os alunos escreverão antes da ida ao laboratório. bem como explicações sobre o texto que tratará das vitaminas, observando ainda na página links que darão acesso a outra página de informações. Os alunos sob orientação irão abrir a página 46 do livro para compararem o site de busca sugerido pela unidade, percebendo assim que o assunto na internet é um complemento do próprio conteúdo. Por ultimo foi sugerido que os alunos anotassem o que viram na página. Tal atividade teve explorações anteriores em sala, com produção textual em sala em inglês com uso do dicionário, seguida de apresentações orais.


terça-feira, 30 de novembro de 2010

Conceito de Currículo e o processo de integração de Tecnologias ao Currículo

CONCEITOS DE CURRICULO

Com os avanços das tecnologias estas passaram a englobar a

educação de modo sistemático no processo ensino aprendizagem de modo

potencializar mudanças na aprendizagem no ensino e na gestão em sala de aula.

Conceituando currículo é a construção social, cultural e histórica que envolve conhecimento, poder, tomada de decisão produção de identidades e de conhecimentos resultantes dos diverso processos individuais e globais de construção mentais influenciados pelas relações sociais.

Quanto as contribuições das tecnologias ao desenvolvimento do currículo tem sido no sentido de trabalhar com projetos no processo ensino aprendizagem e esporadicamente no plano de aula do professor, portanto a formação inicial e continuada do professor é a melhor forma de integrar as tecnologias no currículo, o mesmo precisa de uma interação maior para aprender a lidar com as multimídias e por sua vez colocá-las em prática na sala de aula.

Para desenvolver projetos no âmbito do currículo é necessário que haja mudanças na concepção de ensino aprendizagem e conseqüentemente na postura do professor, por que não basta conhecer os procedimentos e métodos para desenvolver projetos, mas a complexidade que envolve a realidade da sala de aula no contexto escolar. Entretanto, conclui-se que trabalhar com os alunos usando as multimídias é estimulante quando se prepara uma boa aula com objetivos claros há uma interação maior do aluno nas atividades propostas.

Conceito de Currículo e o processo de integração de Tecnologias ao Currículo

Pensando sobre possíveis mudanças e contribuiçoes das tecnologias

Possíveis Mudanças e possibilidades de Contribuições das Tecnologias

A expansão da internet propiciou a disseminação de cursos a distância pelo mundo, o novo paradigma produtivo acompanha o processo de internacionalização da economia, e a globalização do processo produtivo, trazendo modificações no processo de produção, no perfil do trabalhador, nas relações de trabalho, nos hábitos de consumo, e integrando-se aos avanços tecnológicos e o novo modelo de produção, desenvolvimento e a qualificação profissional no processo midiático educacional.

Contudo, possibilita a oportunidade de aprender sobre mídias e multimídias e a interagir com elas, propiciar a construção de conteúdos referentes à comunicação cultural, o uso dessas tecnologias, as atitudes críticas perante a produção social da comunicação humana e o mundo tecnológico. Propiciou preparação tecnológica comunicacional, para desenvolver competências, habilidades e atitudes para viver num mundo que se informatiza cada vez mais.

Aprimorar o processo comunicacional entre os agentes da ação docente-discente e entre estes os saberes significativos da cultura e da ciência.

Isalete Moraes

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Hipertexto

O conceito hipermídia, juntamente com hipertexto, foi criado na década de 1960 pelo filósofo e sociólogo Ted Nelson. Pioneiro da Tecnologia da Informação criou o conceito a partir de sua experiência pessoal com o seu computador nos anos 1960.
Ted Nelson foi o primeiro a vislumbrar o impacto da máquina computacional nas humanidades, a relacionar computação com teoria literária e antever os impactos que a digitalização traria para a humanidade com informações periódicas como livros, vídeos e áudios.
Segundo Laufer hipermídia é a reunião de várias mídias num suporte computacional, suportado por sistemas eletrônicos de comunicação. No hipertexto a informação é apresentada ao usuário sob forma de texto, através de uma tela do computador. O usuário pode iniciar uma leitura de forma linear, ou seja entre o inicio, meio ou fim de um texto, inclui além de textos comuns, animações e vídeos de uma forma interativa, com apenas um clicar de botão, o computador responde o caminho desejado.
Pode-se observar o hipertexto é uma ferramenta de relevância no que se refere a educação, pode impulsionar o professor e o aluno á pesquisa textual em sala de aula, é estimulante uma vez que o educando tem grandes dificuldades de leitura e escrita, é a porta da comunicação visual e verbal.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Quem sou eu como professor e aprendiz

A aprendizagem continuada atualmente é sinônimo de informação e atualização profissional, deve ser defendida com muita ênfase e qualidade. A vida profissional hoje da cada pessoa depende de uma boa formação, pois a vida é uma constante aprendizagem. Os anos passam porém precisa- se aprender mais e inovar seja sua prática pedagógica, seja a vida cotidiana, é uma exigência estar em sintonia com a evolução tecnológica e o mundo globalizado.

Sabe-se que a vida é motivada desde a infância a aprendizagem e esta nunca pode ser deixada de lado, por que aprender e ensinar é um desafio para as pessoas até pela questão do comodismo ou insegurança, sempre pensamos ou achamos que não precisamos mais aprender, mais no mundo globalizando que vivemos passou ser uma necessidade, até pela permanência no próprio trabalho. De acordo com o tema proposto, como professora a cada dia tento melhorar minha prática pedagógica em sala de aula como professora, gosta de estar atualizada e informada, pois entendo que a formação continuada em serviço é um mal necessário, até por que o aluno de hoje tem caráter tecnológico, se o professor não se atualizar não tem como melhorar sua prática pedagógica. E como aprendiz é mais uma oportunidade de aprender a fazer usando a tecnologia como uma ferramenta indispensável no trabalho cotidiano escolar, pois acredito numa interação e motivação entre professor e aluno que é o alvo principal.

Haja visto é importante as mudanças, porém os currículos das escolas precisam mudar e inovar e não só agregar novas disciplinas ou conteúdos, mais o aprender a fazer, dessa forma entende-se que melhora tanto a auto estima do professor como do aluno, penso que é o caminho da qualidade do ensino, pode fluir com mais clareza e assim teremos resultado satisfatórios no ensino de modo geral. Por outro lado não podemos ter a tecnologia como modismo e sim como melhoria da qualidade do ensino.

quarta-feira, 14 de abril de 2010